19
ago
09

por Karla Watkins

igreja alcântara
meus olhos atravessam a baía de São Marcos
e assim chego até São Luis
viajo pelos casarões de azulejos descascados
falo diversas línguas – alemão, francês, inglês
mas o bom e velho português
ainda me dá no couro
no couro das caixas
no toque das caixeiras
no calor do fogo que afina os instrumentos
nos instrumentos que entoam minha história
não sou escravo
não sou cristão
não vivi no século XIV
mas sou prisioneiro do meu destino
atravancado no meu cotidiano do século XXI
sentado nas ruínas
vejo os dias passarem
e espero uma Isabel
que me liberte das minhas correntes
Anúncios

0 Responses to “por Karla Watkins”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: